Os medicamentos fora de uso também têm remédio.
Home

Quem somos

A VALORMED, criada em 1999, é uma sociedade sem fins lucrativos que tem a responsabilidade da gestão dos resíduos de embalagens vazias e medicamentos fora de uso. Resultou da colaboração entre a Indústria Farmacêutica, Distribuidores e Farmácias em face da sua consciencialização para a especificidade do medicamento enquanto resíduo. 

A criação de um sistema de gestão deste tipo de resíduos veio responder ao desafio inadiável de implementar um sistema autónomo para a recolha e tratamento dos resíduos de medicamentos, conduzindo a um processo de recolha e tratamento seguros. Desta forma, evita-se que, por razões de saúde pública, estejam "acessíveis" como qualquer outro resíduo urbano.

Com a emissão do Despacho 9592/2015 no passado dia 24 de Agosto de 2015, que atribuiu uma nova licença de atividade, a intervenção da VALORMED continua a compreender todo o território nacional para a realização da gestão dos resíduos de embalagens de medicamentos de uso humano, contendo ou não restos de medicamentos, resíduos de embalagens de medicamentos de uso veterinário, contendo ou não restos de medicamentos, e produtos veterinários vendidos nas farmácias comunitárias para animais domésticos, produzidos pelos consumidores finais e recolhidos através de farmácias comunitárias, e pelos resíduos de embalagens de medicamentos e produtos de uso veterinário recolhidos através de Centros de Receção Veterinários.

Com um capital social de 30.000 euros, a VALORMED é constituída pelos diversos agentes da cadeia do medicamento, nomeadamente, a Associação Portuguesa da Indústria Farmacêutica (APIFARMA), Associação Nacional de Farmácias (ANF) e a Associação de Grossistas de Produtos Químicos e Farmacêuticos (GROQUIFAR).
A VALORMED é tutelada pela Agência Portuguesa do Ambiente (APA), sendo licenciada pelos Ministérios do Ambiente e da Economia para a gestão do Sistema Integrado de Gestão de Resíduos de Embalagens de Medicamentos (SIGREM).

 

  • Eco Dicas: Carne Vermelha

    Coma menos carne vermelha. A criação de bovinos é uma das atividades que mais contribui para o efeito de estufa.

  • Eco Dicas: Desperdício de Água

    Não desperdice água. 5 minutos são suficientes para tomar banho. Feche a torneira enquanto esfrega o corpo, a cabeça e os dentes. Ensine, desde cedo, as crianças de que a água é um bem essencial com o qual não devemos brincar.

  • Eco Dicas: Racionalize Uso do Carro

    Escolha dois dias da semana para deixar o carro em casa e ir para o trabalho de transportes públicos. Ao final de um ano esta ação corresponde a menos 700 quilos de poluentes no ar.

  • Eco Dicas: Desligue Aparelhos Elétricos

    Desligue da tomada os aparelhos elétricos que não utiliza frequentemente. Estudos revelam que 15% das faturas da luz correspondem a energia gasta por eletrodomésticos deixados em stand by.

  • Eco Dicas: Reciclagem

    Recicle o lixo em casa e no trabalho. Com tanta informação sobre este assunto, já não existem desculpas para não o fazer.

  • Eco Dicas: Medicamentos Fora de Prazo

    Não deite as embalagens vazias e medicamentos que já não utiliza no lixo doméstico. Entregue-os na sua farmácia.

Projeto ambiental com parceria de